Major que atirou seis vezes contra a esposa é condenado a 15 anos de prisão por feminicídio

Major que atirou seis vezes contra a esposa é condenado a 15 anos de prisão por feminicídioFoto: Divulgação/MPBA

O major do Corpo de Bombeiros Valdiógenes Almeida da Cruz Júnior foi condenado a 15 anos, um mês e 15 dias de prisão pelo assassinato da sua companheira, a professora Sandra Denise Costa Alfonso.

O julgamento popular foi realizado na terça-feira (17) e divulgado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) nesta quarta (18).

A denúncia do MP contra o major foi sustentada pela promotora de Justiça Isabel Adelaide. A sentença foi proferida pela juíza Gelsi Maria Almeida de Souza, que manteve a prisão preventiva do condenado.

O júri considerou Valdiógenes culpado por feminicídio cometido por motivo torpe e sem possibilitar defesa da vítima. Segundo a denúncia, feita em 2016 pela promotora de Justiça Ana Rita Cerqueira, o major disparou seis vezes contra Sandra Denise na manhã do dia 13 de maio de 2016 dentro da Escola Municipal Esperança de Viver, em Tancredo Neves, local onde ela trabalhava.

Preso em flagrante, Valdiógenes Almeida alegou como “justificativa” que atirou contra a vítima porque ela teria relações extraconjugais duradouras. (Bahia.ba)

COMPARTILHE AGORA:  

ENVIAR COMENTÁRIO