Semana do Brasil anima comércio baiano, mas adesão é baixa

Semana do Brasil anima comércio baiano, mas adesão é baixaFoto: Rayllanna Lima/bahia.ba

A primeira edição da Semana do Brasil animou o comércio baiano, mas no quesito de vendas, não tem apresentado muitos lucros. O evento começou na sexta-feira (6) e segue até o próximo domingo (15), com o objetivo de movimentar o varejo no mês de setembro.

Na análise do presidente Sindilojas (Sindicato dos Lojistas do Comércio do Estado da Bahia), Paulo Motta, faltou tempo para que os lojistas pudessem se preparar e garantir o estoque.

“Não houve muita repercussão, a adesão ainda está distante da expectativa. Não houve boa estruturação, não deu para fazer boa formação de estoque. Se fosse feita uma pré-programação, o êxito seria maior”, disse nesta segunda-feira (9) ao bahia.ba.

Contudo, Motta reconheceu a importância do evento e desejou que ocorram mais edições. “É importante ter feito, porque esse período de setembro é fraco, não existe data importante. Agora é se aperfeiçoar e buscar que para o ano seja mais forte”, afirmou.

Análise semelhante foi a do coordenador regional da Associação Brasileira de Shoppings Centers (Abrasce), Edson Piaggio.

“Os shoppings todos manifestaram o evento, com adesivo informando, mas, como é o primeiro ano, não teve adesão maciça. Cada loja tomou a decisão de participar ou não. Também não tiveram tempo para se preparar com estoque. Mas pode entrar no calendário do varejo, como acontece em outros países”, avaliou.

Semana do Brasil

Inspirada no varejo americano, a Semana do Brasil celebra os 197 anos de Independência do país. A ação aproveita ensejo de feriados nacionais históricos para movimentar o comércio e o turismo.

Na Bahia, cerca de 7 mil lojas aderiram ao movimento, chegando a ampliar o horário de funcionamento para dar mais tempo ao consumidor. Na sexta, teve loja abrindo às 6 horas da manhã.

No 7 de setembro, alguns estabelecimentos chegaram a preparar atrações como fanfarras para celebrar a data. (Bahia.ba)

COMPARTILHE AGORA:  

ENVIAR COMENTÁRIO