Rui aponta que disputa política entre Câmara de Jequié com prefeito prejudica saúde da população

Rui aponta que disputa política entre Câmara de Jequié com prefeito prejudica saúde da populaçãoRui comenta votação contra feriados. Foto: Fernando Vivas

Em entrevista ao radialista Mário Kertész, na manhã desta quarta-feira (27), o governador da Bahia, Rui Costa tratou, entre outros assuntos, das estratégias de combate à pandemia da Covid-19, no estado, além de ter feito diversas pontuações das ações do governo federal, como a investigação aos governadores do nordeste e a falta de operacionalidade de enfrentamento da doença, por parte do executivo federal.

Durante a entrevista a Mário Kertész, o governador Rui Costa fez um desabafo sobre a votação da Câmara de Vereadores de Jequié, que rejeitou o projeto de Lei apresentado pela administração municipal que propunha a transferência de dois feriados municipais para esta quarta e quinta-feira, dias 27 e 28 de maio, com o objetivo de diminuir o fluxo de pessoas na cidade, auxiliando, assim, para o achatamento da curva de novos casos do Coronavírus no município. De acordo com a proposta, seriam antecipados para esses dias, o 13 de junho, Dia de Santo Antônio, e o 20 de agosto, Dia do Evangélico.

Sobre o assunto, o governador Rui Costa disse a Mário Kertész: ”Infelizmente a cidade de Jequié não aprovou, a Câmara de Vereadores. Fico triste porque as pessoas não conseguem enxergar a diferença entre disputa política municipal e a saúde da população. Por conta da disputa política do município, as pessoas prejudicam a saúde da população. Fico muito triste. Ontem eu conversei com minha esposa, que é de Jequié, como é que pode com tantos exemplos aqui, inclusive, na Bahia, de governador, perfeito, todo mundo conversando de partido diferente, a Câmara de Vereadores de Jequié não aprovou o feriado de hoje, então hoje não será feriado em Jequié por conta de disputas políticas locais, de marcação de posição política com o prefeito e vereadores. Então, gente, acho que, em primeiro lugar, tem que colocar a vida do ser humano, a saúde da população, depois se pensa em eleição se pensa em política. Não precisa prejudicar a saúde da pessoas por causa disso”, disse Rui. (Bahianotícias)

COMPARTILHE AGORA:  

ENVIAR COMENTÁRIO